domingo, 8 de agosto de 2010

A estrela da noite


Sabemos que cada escritor possuí um objetivo sob a qual desejam extrair de suas próprias vidas para colocar em suas obras. Tenho um objetivo. Não escrevo apenas por escrever. Por apenas gostar. Por dinheiro. Por buscar admiração. Não. Tenho uma meta maior. E tenho absoluta certeza de que eu não sou o único com a mesma ideia na cabeça. Trabalhemos para melhorar a leitura, para difundir a literatura no nosso país tão belo e rico culturalmente. Não tenho vergonha de mostrar meu sorriso, de me dizer orgulhado por ver e ler escritores com sede de buscar esse objetivo. As crianças precisam ler. Os pais precisam ler. O país precisa de escritores com essa meta, com ideias boas, com ideia revolucionárias. Não sejamos tímidos, pois só os ousados ganham o mundo. Tem medo de ser chamado de exibido? Não tenha dúvidas de que você está no mundo não para ficar escondido, no escuro, nos calabouços da própria consciência e sim para ser estrela, para brilhar e servir de exemplo para as outras pessoas brilharem como você. Não seja egoísta neste ponto. Seja humilde hoje e sempre.
A FLIP chegou e está recheando os corações dos mais curiosos, dos degustadores de letras. Paraty se transforma na cidade da literatura e veja o quão mágico isso se torna.



O evento acontece porque houve um idealizador, uma pessoa preocupada em espalhar a magia dos livros. Veja o exemplo que temos, um exemplo de brilho, de luz para nossas trevas. Quem ainda não teve a oportunidade de conhecer de pertinho todo esse acontecimento literário, não perca tempo. Vá, se divirta e deixe se levar pelos encantadores de livros. Aliás, meu livro se chama O Encantador de Livros.
Nos últimos dias, fui chamado para construir uma biblioteca juntamente com outras pessoas interessadas em formar um grupo de leitura, um grupo com ideias boas para serem introduzidas no ‘santuário’ e na comunidade que será implantada. Desejo não só criar um espaço de leitura, de silêncio profundo. Quero reunir a família, reunir os talentos. Até agora, não consigo expressar o quão emocionado estou por poder participar de tão linda iniciativa. Devo isso aos meus exemplos, que vai de meus pais aos escritores e difusores da literatura no país e no mundo. Quando fui chamado não me escondi, não fui tímido. Fui forte e mostrei minhas ideias à ONG. Será através de meus livros, através dos seus livros que faremos desse país um país de leitores mais interessados. Não seja fraco. Coragem, apesar de ser uma meta de grandes proporções. Seja a estrela mais brilhante no céu escuro da noite. Seja o escritor que o Brasil precisa ver e acima de tudo ler. A caminhada é grande, é cansativa, mas é eterna enquanto durar as cabeças mais humildes, inteligentes e bem feitoras.

7 comentários:

Dany Dany Aimé disse...

E "vamos combinar" um país sem leitores não tem capacidade de fazer boas escolhas, não tem capacidade de votar, de questionar aquilo que está de errado, de propor alternativas...
Cada pessoa que vem à este plano tem sua missão. A sua é essa, continua firme em sua caminhada.
Beijos

Driih disse...

Caramba, esse post realmente me emocionou; Sendo que a sua visão é a mesma que a minha, e cada um tem mesmo que confiar em si mesmo, não será de braços cruzados, que nós, escritores vamos nos destacar nesse mundo cheio de outras coisas vistas infelizmente como mais importantes. A leitura é TUDO, é a grande chave pro conhecimento, é a porta pra diversos mundos que só se vem a conhecer se quiser de fato abri-la e desafiar seus caminhos suntuosos, porém belos.
-
Brasil, precisamos acordar, precisamos levantar e agir como o LUCAS que não se intimidou e está fazendo perfeitamente a sua parte. Os livros podem nos enfeitiçar, e quem disse que eu não quero participar dessa magia INDESCRITÍVEL.
Venha você também, e se entregue a esse mundo ainda desconhecido por muitos.

linda postagem Lucas... Mais uma vez, PARABÉNS

Dreamer disse...

A leitura é tudo mesmo, pena que seja pouco difundida.
Sempre amei ler, desde criança, hoje já sou mãe e estimulo muito a minha filha a gostar de ler (ela só tem um ano e 2 meses) rs.
Acredito na leitura tanto como lazer, quanto como conteúdo, como um caminho perfeito para "salvar" essa juventude maluca de hoje.

Luiz Teodosio disse...

Lucas, seu post resume meu objetivo, que na verdade, acabou de ser contaminado pela sua insistência e fé. Tem toda razão. Nós, escritores não podemos ser tímidos, ou nada mudará. Podemos fazer a diferença. O meu maior sonho como escritor é que meus livros possam não apenas dar entretenimento às pessoas, mas acima de tudo, mudá-las. Como diz aquela frase: "Os livros não mudam o mundo. As pessoas é que mudam o mundo. Mas os livros mudam as pessoas" .

Excelente post e boa sorte na sua empreitada.

Eliz Digital disse...

Belas e sábias palavras. Ao mesmo tempo incentiva e nos alerta. Nos mostra o quanto somos acomodados, ou melhor dizendo, conformados. Vivemos num país de poucos leitores, mas também podemos notar o grande crescimento de interesse pela literatura, um pouco mais da estrangeira, mas espero que logo possamos ver grandes escritores como André vianco, Raphael Dragon e é claro Lucas de Souza, impestiando as partilheira das livrarias tupiniquins e ganhando seu devido lugar de destaque.
Bjs e continue com seu blog que é tão inspirador.

Pedro Afonso disse...

Lucas, seu post fala todo meu objetivo como escritor. Não escrevo por dinheiro e sim por prazer, e muito prazer. Gostaria um dia de poder bater um papo contigo para vermos nossas ideias, pois, adoro conhecer pessoas que como eu tbm gostam de escrever.

abraços carinhosos de seu mais novo e fiel fã.

querer e poder disse...

ler,e` como se fosse voar!a cada passo uma aventura

Postar um comentário